fbpx Skip to main content
Projetos Realizados

Remoção de SDI em água superficial e água subterrânea

Com a contaminação das águas e crescente uso de tecnologias avançadas de membranas, como ultrafiltração e osmose reversa, torna-se necessário proteger esses sistemas para que sua vida útil seja aumentada, visando redução de custos e operações com maior eficiência. Um dos parâmetros medidos para avaliar essa proteção é o SDI, sendo que elevados valores desse indicador podem ocasionar o bloqueio irreversível das membranas, ocasionados pelo fouling.

Por exemplo, para que um sistema de osmose trabalhe sem obstruções contínuas (fouling), o valor de SDI deve ser ≤ 3. Para valores de SDI próximos a 5, as obstruções se tornam frequentes, bem como frequência de limpeza químicas, mais conhecidas como CIP (Clean in Place) membranas com geração recorrente de custos.

Vários sistemas podem ser utilizados para proteger as membranas dessa obstrução, como por exemplo, os filtros cartucho, a própria membrana de ultrafiltração ou mesmo filtros granulares.

Em um caso prático em um fabricante de sistemas elétricos, a TEGA Engenharia utilizou o Watercel ZN como pré-tratamento de um sistema de osmose reversa. O sistema de filtração foi dimensionado para uma vazão de 40 m³/h (água superficial + poço artesiano) e conta com adição de 2 mg/L de coagulante em linha.

Os valores de SDI foram reduzidos de > 5 para ≤ 1,5, assim como a turbidez foi reduzida de ≥ 3 NTU para ≤ 0,10 NTU. Sendo assim, o Watercel ZN contribuiu diretamente na redução do SDI e proteção do sistema de osmose reversa.

Quer saber mais? Consulte o departamento técnico da TEGA engenharia (comercial@tegaengenharia.com.br) ou da Celta Brasil (ct@celtabrasil.com.br)

Confira o equipamento instalado → Clique aqui

Deixar um comentário