fbpx Skip to main content

Estudo de autodepuração de efluentes líquidos

Avaliação dos impactos causados

O Estudo de Autodepuração de Efluentes Líquidos é solicitado pelos órgãos de fiscalização ambiental para avaliar os impactos causados pelo lançamento de efluentes líquidos em corpo receptor (rios, lagos, etc), além disso, este estudo apresenta o nível de tratamento necessário e a eficiência a ser atingida na remoção de poluentes (DBO, Nitrogênio, etc) para que seja mantido o enquadramento do corpo receptor conforme a Resolução CONAMA 357:2005.

Elaboração do estudo de autodepuração

O principal aspecto considerado na elaboração do estudo de autodepuração é a avaliação da capacidade que o corpo receptor tem de assimilar os despejos sem apresentar problemas do ponto de vista ambiental, evitando que o empreendimento lance despejos acima do suportado pelo corpo d’água e cause significativa degradação ambiental. São utilizados modelos matemáticos como o de Streeter-Phelps na execução dos estudos.

Serviços oferecidos

O estudo elaborado pela equipe da TEGA é realizado através das seguintes etapas:

  • Elaboração de estudos para identificar aspectos que tangem à hidráulica e à qualidade da água do corpo hídrico;
  • Levantamento de campo;
  • Elaboração de estudos para a caracterização do efluente e da qualidade das águas do corpo hídrico objeto da avaliação;
  • Ensaios laboratoriais (quando necessário);
  • Quantificação das cargas poluidoras afluentes ao corpo d’água, e;
  • Avaliação do processo da autodepuração no corpo hídrico em questão, através de modelagem matemática.

Fale com um especialista TEGA

Quem confia na TEGA